Resíduos agrícolas viram alternativa ao plástico

De acordo com estudos anteriores, uma matéria-prima ideal para substituir o plástico é, sem dúvida, o resíduo gerado na atividade agrícola, também conhecido como biomassa vegetal ou biomassa lignocelulósica. A agricultura, uma atividade essencial para a humanidade, produz enormes quantidades de resíduos todos os anos que, dada sua composição majoritária em celulose, hemicelulose e lignina, devem e podem ser valorizadas. 

 

Estima-se que a proporção fruto / resíduo esteja entre 0,5 e 1,2, portanto a quantidade anual de resíduos gerados é muito alta. Se os usarmos para fabricar novos produtos, estaríamos usando uma matéria-prima não destinada ao consumo humano, informou Alejandro Rodríguez Pascual, professor da área de engenharia química da Universidade de Córdoba, na Argentina, e idealizar de um projeto que propõe isso. 

 

“Nos últimos tempos, a opinião pública defende cada vez mais a necessidade de viver sob a premissa do desenvolvimento sustentável. Especialmente nos países mais industrializados, aumentou a conscientização sobre o esgotamento dos recursos naturais e o efeito prejudicial que o modelo de economia linear causa no planeta”, indicou. 

 

Em 27 de março de 2019, a sessão plenária do Parlamento Europeu aprovou o acordo alcançado no Conselho da União Europeia pelo qual, a partir de 2021, será proibida a comercialização de pequenos recipientes de plástico descartáveis. Na Espanha, em 16 de julho do ano passado, foi publicada uma proposta de lei para a proibição, a partir de 1º de janeiro de 2020, da comercialização de plásticos de uso único. 

 

 

Fonte: Link